#7 Benefícios da Couve Além do Suco de Couve

Considerada a rainha das verduras, a couve é definitivamente um dos vegetais de folhas verdes mais saudáveis e nutritivos que existem.

Por isso, é considerada superfood ou superalimento e ela ainda conta com propriedades medicinais, ou seja, pode funcionar como um remédio natural.

Você vai entender porque a couve é um alimento essencial para a dieta de qualquer pessoa. Seus diversos benefícios e maneiras de preparo provam isso.

 

Veja nesse artigo:

  • Raio-x da couve
  • Benefícios da couve
  • Principais Dúvidas sobre couve
  • Receitas com couve

 


Raio-x da couve

Antes de te mostrar os inúmeros benefícios da couve, vamos passá-la em um raio-x para mostrar suas principais características.

A couve pertence a família da alface (Brassica oleracea). Ela está relacionada aos vegetais crucíferos: repolho, brócolis, couve-flor, couve de Bruxelas. Todas são da mesma família.

Existem vários tipos de couve. Suas folhas podem ser verdes ou roxas e podem ser lisas, onduladas ou encaracoladas.

A couve mais usada no Brasil é a couve manteiga que tem as folhas onduladas e pode ser consumida de várias maneiras. Veremos algumas delas abaixo nas receitas com couve.

 

Nutrientes da Couve

Agora você vai entender porque a couve pode ser considerada um dos alimentos mais nutritivos que existem. Você pode encontrar em uma folha desse vegetal:

  • Vitamina A
  • Vitamina K
  • Vitamina C
  • Vitamina B6
  • Manganês
  • Cálcio
  • Cobre
  • Potássio
  • Magnésio
  • Ferro
  • Fósforo

Fonte 

Essa verdura tem poucas calorias e contém carboidrato, proteína e fibra. Sendo que em aproximadamente 33 calorias de couve, 6 gramas são carboidratos, 2 gramas de fibras e 3 gramas de proteína.

A couve contém pouca gordura, e boa parte dela é formada por omêga-3. Dessa forma, você deve ter percebido que adicionar couve no seu cardápio é uma ótima opção para aumentar os nutrientes na sua alimentação.

Além disso, a couve é rica em antioxidantes e tem propriedades medicinais que veremos a seguir.

 

Benefícios da Couve

#1 – Auxília na prevenção da Doença de Parkinson, Alzheimer, câncer, diabetes

A couve é rica em antioxidantes, assim como os outros vegetais de folhas verdes. Betacaroteno, vitamina C, vitamina A, flavonóides e polifenóis são alguns deles (1).

Entre os 45 tipos de flavonóides, os principais são quercetina e kaempferol. Esses flavonóides presentes na couve combinam além de benefícios antioxidantes, propriedades anti-inflamatórias. Com isso, a couve se torna um alimento adequado para a prevenção do estresse oxidativo que consequentemente auxilia na prevenção do câncer, diabetes, doença de Parkinson e Alzheimer (2).  

 

#2 – Deixa a pele mais firme porque ajuda na síntese de colágeno

Por ser rica em vitamina C, a couve é uma excelente aliada da pele. A vitamina C é um antioxidante que auxilia na síntese do colágeno que é a classe mais abundante de proteínas presente no nosso organismo e que é responsável por deixar a pele mais firme.  

A vitamina C é um componente essencial no cardápio de qualquer pessoa, porque sua deficiência pode levar ao escorbuto, uma doença relacionada a problemas na síntese do colágeno, causando hemorragia (vasos sanguíneos e pele possuem colágeno na sua constituição) [3].

A couve é uma das melhores fontes de vitamina C já que uma xícara de couve tem mais vitamina C do que em uma laranja (4). 

 

#3 – Pode reduzir os riscos de doenças cardíacas

Graças a presença de sequestrantes de ácido biliar, a couve previne o risco de doenças cardiovasculares. Isso acontece porque esses sequestrantes podem prevenir com que o ácido biliar seja reabsorvido. O que reduz a quantidade total de colesterol no organismo.

Um estudo mostrou que a ingestão de suco de couve por 12 semanas aumentou o HDL, conhecido como “colesterol ruim”, em 27% e diminuiu em 10% o LDL, aumentando ainda o efeito antioxidante.

O principal responsável por essa diminuição é o talo da couve que é mais potente do que a colestiramina (medicamento) na redução do “colesterol ruim” (5). 

 

#4 – Auxilia na coagulação sanguínea e previne trombose

Além de ser uma das melhores fontes de vitamina C, a couve também é uma ótima fonte de vitamina K que é um nutriente muito importante. Essa vitamina é essencial para a ativação de certas proteínas, dando a elas a habilidade de se ligar ao cálcio.

Uma xícara de couve contém aproximadamente 7 vezes a quantidade recomendada de vitamina K diária.

 

#5 – Auxilia na prevenção do câncer

A couve é rica em componentes que evitam o crescimento descontrolado de células que é a característica básica do câncer.

O sulforafano, por exemplo, é uma substância que tem se mostrado muito útil na luta contra a formação de câncer em nível molecular (6, 7, 8). 

Ainda existem outros componentes da couve que auxiliam na prevenção do câncer (9). Estudos tem mostrado que os vegetais crucíferos tem diminuído significativamente o risco de câncer (10, 11). 

 

#6 – Evita a deficiência de nutrientes essenciais (que acontece muito)

A couve é uma excelente fonte de magnésio, um mineral essencial principalmente na prevenção de diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares (12). Além de ser rica em cálcio, um nutriente responsável pela saúde dos ossos e por funções celulares.

O potássio é outro nutriente presente na couve. Ele é responsável por manter o potencial elétrico das células do nosso corpo. E existem estudos que apontam que a ingestão adequada de potássio está relacionada a redução da pressão sanguínea e diminuição de risco de doenças cardiovasculares (13).

Além de tudo isso, a couve ainda tem uma vantagem em relação a outros vegetais como o espinafre. Ela tem pouco oxalato que é uma substância que previne a absorção de minerais (14). 

 

#7 – Ótimo para a saúde dos olhos (previne contra catarata e degeneração macular)

A couve auxilia na prevenção de um dos maiores problemas que surgem com o envelhecimento: a dificuldade na visão.

Ela é rica em nutrientes como a luteína e a zeaxantina que são antioxidantes encontrados em grande quantidade na couve.

Estudos mostram que pessoas que ingerem uma quantidade suficiente dos antioxidantes citados acima tem menos risco de ter degeneração macular e catarata que são dois dos problemas mais comuns nos olhos (15, 16). 

 

Principais Dúvidas sobre a Couve


Pode congelar couve? Como gelar couve?

Pode. Ela pode ser congelada inteira, em cubinhos de gelo ou em tiras finas.

Para ser congelada inteira, o primeiro passo é  lavar bem as folhas. Em seguida, seque bem com papel toalha ou pano de algodão.

Depois de seca, é só dobrar ou enrolar cada folha de couve e levar ao congelador. Se usar saco plástico para conservar, você precisa retirar bem o ar antes de fechar.

E é só isso. Na hora de usar, é só retirar a quantidade que quiser e colocar na receita. Essa couve também pode ser usada para refogar, porém o frescor e a textura se perdem um pouco.

Já para congelar em tiras finas, a couve (depois de lavada) deve ser picada e colocada em saco plástico, depois de retirar o ar (17, 18).  

 

Como plantar couve

A couve é um vegetal fácil de plantar e de baixo custo para a instalação de uma horta que, inclusive, pode ser caseira, no fundo do quintal de residências, em vasos ou jardineiras.

Embora seja uma planta herbácea de clima frio, a couve é resistente para se desenvolver em locais com temperatura acima dos 25 ºC. No entanto, em regiões quentes, a recomendação é cultivar a hortaliça durante o outono e o inverno e em área com parte sombreada. Sob calor acentuado, a qualidade das folhas fica prejudicada, com crescimento reduzido e aparência e sabor alterados. No momento da colheita, dê preferência para os horários de clima mais ameno, pois as folhas murcham rapidamente.

Colheitas constantes são necessárias, pois as plantas começam a invadir o espaço uma das outras e tendem a tombar. Não demore muito além do prazo, pois a hortaliça pode ficar amarga e endurecer. Para colher folhas individualmente, comece pelas externas e deixe alguns brotos.

Se quiser saber mais detalhes sobre como plantar couve, desde a escolha do ambiente até  a colheita, acesse esse artigo completo que explica.

 

Receitas com Couve

Veja agora algumas formas de você aproveitar os diversos benefícios da couve através de algumas receitas interessantes.

Desde suco detox até chips de couve. Existe uma grande variedade de maneiras de consumir a couve. Ela pode ser consumida cozida, refogada ou até crua no suco verde.

 

Wrap de couve (ou rolinho saudável)

Wrap de couve nada mais é do que um enroladinho de couve que você pode rechear com o que quiser. Além de couve, você também pode fazer com acelga ou repolho.

Algumas sugestões de receitas de wrap de couve:

 

Crispy de couve (ou chips de couve)

Essa é uma excelente opção de entrada, lanche da tarde ou até para colocar em um risoto ou algum outro prato.

Algumas sugestões de receita de chips de couve:

 

Suco detox de couve

Para mim, a couve é o principal ingrediente para um suco verde nutritivo graças aos seus benefícios já citados nesse artigo. Você pode usar e abusar da couve no suco verde e misturá-la com gengibre, hortelã, salsão, entre outros vegetais.

Algumas receitas de suco verde com couve:

 

Concluindo…

Acredito que esse artigo te mostrou o quanto a couve tem de benefícios e as dezenas de possibilidades de ingestão da couve. Em forma de suco, chips, refogada ou até no cubo de gelo.

Agora, procure a feira, hortifruti ou mercado mais próximo e compre sua couve.

Enriqueça seu cardápio com a rainha das verduras.

 

 

Por hoje é só, pessoal!

 

 

 

 

[crédito das imagens: pixabay, unsplash ]

 

 

 

Gostou? Quer mais artigos como esse? Comente abaixo qual alimento você quer saber mais informações?

  • Daniel Henrique Uehara

    Outro dia fui com um amigo na feira, o nome dele é Elton, e ele tem um projeto onde eles coletam o descarte da feira e é impressionante a quantidade de folhas de couve que são descartadas pelos feirantes. Eles pegam o brocolis, a couve flor, retiram as folhas e jogam fora. Da para coletar sem pagar nada e usufruir de todos esses benefícios. Ótimo texto, agora tenho ainda mais motivo para coletar os restos da feira.